"Quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar."
Sophia de Mello Breyner Andersen

.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

...
Fossem as pétalas os teu lábios...
...

2 comentários:

Angel disse...

Olá Simpática...LINDO..simples..mas poderoso..gostei deste "outro" cantinho..um beijinho grande cheio de Sonhos..que tenhas uma boa semana..=)

Baraújo disse...

fossem as pétalas lábios e o teu corpo barro para eu moldar...

fosse o vento a brisa da voz... que te segredasse ao ouvido e te suprasse no pescoço... um beijo!

fosse o brando lume a louca paixão que serpenteia o deslizar das pétalas até ao teu corpo...

fosse o ar água a água ar... e eu o ar e a água...

e de vendas ou sem vendas...
de algemas ou sem algemas...

beijo terno!