"Quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar."
Sophia de Mello Breyner Andersen

.

sábado, 8 de novembro de 2008

.
Conseguisse eu tornar o que desejo em realidade...
Sentiria os contornos do teu corpo e nele me aninharia
Explorava a tua boca deixando marcado nos teus lábios palavras sentidas
Nos teu braços depositava a minha alma
Em ti...todo o meu querer.
.
Conseguisse eu que os meus pensamentos te tocassem...
Certamente conhecias o meu sabor
Saboreavas a minha paixão
Sorverias o meu corpo
Que te espera...que te anseia.
.
Conseguisse eu que a minha vontade de ti te abraçasse...
Jamais te sentirias só
Jamais colocarias em causa qualquer dúvida
Jamais eu me sentiria assim...
...sentindo a tua falta!
.

1 comentário:

Francis disse...

Querer é crer, acreditas na realidade? então, os teus desejos são concretizações.
Fecha os olhos e sente...
Sim, não estás só!
1 beijo com sabor a mar.