"Quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar."
Sophia de Mello Breyner Andersen

.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Ofereço-me por completo meu marinheiro
Carregando nos braços todo o meu sentimento
Entrego-me docemente aos teus embalos
Ancorada ternamente no teu corpo
Nunca duvidando das minhas certezas!
União de sentires
Satisfação permanente...

4 comentários:

Francis disse...

Simplesmente OCEANUS!
1 Beijo.

Cadinho RoCo disse...

Que delícia esta sua inspiração oceânica.
Csdinho RoCo

melgadoporto disse...

O que somos.
Como nos sentem.
Esta dicotomia, que dilacera.
As nossas almas e os nossos sonhos.
Nada somos e tudo queremos.
Uma certeza, no entanto.
Sou quem sou e gosto de o ser!
:-)

Baraújo disse...

sedution and pleasure in the air... what's else?

and whatever, doens't matter...

only our satisfation!

sweet kiss